Capitão

A satisfação do eterno capitão: “Foi difícil, mas conseguimos”

Rogério Ceni, que fez questão de apoiar os companheiros em Goiânia, valorizou a entrega do grupo pela Libertadores

5805_crop_galeria

Se recuperando de uma ruptura do ligamento tíbio-fibular do pé direito, o goleiro Rogério Ceni não teve condições de jogo para encarar o Goiás (1 x 0) neste domingo (6). No entanto, ao lado de Luis Fabiano, Rodrigo Caio, Breno e Luiz Eduardo – também não estavam à disposição -, o capitão fez questão de acompanhar a partida de perto no Serra Dourada e incentivou os companheiros, que derrotaram os anfitriões e garantiram o clube na Libertadores da América de 2016.

Quando os jogadores se abraçavam no gramado após o apito final e festejavam a classificação, o M1TO surgiu no campo e também comemorou a vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro. “A meta era garantir uma vaga na Libertadores, e eles fizeram isso. Me sinto bem pelo que eles fizeram em campo, porque o torcedor reconhece isso por mais que algumas coisas não tenham saído como o desejado durante a temporada. Foi difícil, mas conseguimos”, avaliou o camisa 01.

Confira a matéria completa

Baixe o seu aplicativo

Compartilhe com a torcida: Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook